Genoa Capital Radar FIC FIM

Genoa Capital Radar FIC FIM

Fundada em 2020, a Genoa Capital é uma gestora de recursos independente fruto da união de profissionais que atuaram na gestão dos mais premiados fundos multimercado da indústria brasileira. Os sócios-fundadores trabalharam por mais de 10 anos na equipe de gestão dos fundos multimercado da Itaú Asset Management, como o Itaú Hedge Plus, e levaram para a Genoa o processo de investimentos seguido por eles na asset do Itaú. Atualmente, o AUM da gestora é de aproximadamente R$ 8,7 bilhões, segundo dados do Quantum Axis.

O time de gestão da Genoa é composto por cinco gestores e sete cogestores. A gestão Macro é composta por André Raduan, Emerson Codogno e Mariano Steinert, contando também com mais sete cogestores divididos entre Brasil Renda Fixa e Renda Variável, Brasil FX (foreign exchange) e Internacional. A gestão de ações é feita por Wlad Ribeiro e Lucas Cachapuz, além de oito analistas e um trader.

André Raduan, CFA, é o gestor de RF e RV Brasil e conta com mais dois cogestores em seu time. Raduan iniciou sua carreira em 1998 no Banco Modal, passando pelas áreas de controladoria e gestão de renda variável. Em 2001, transferiu-se para a Nobel Asset Management, onde tornou-se sócio e gestor de renda fixa e câmbio. Em 2007, ingressou no Itaú, onde atuou na gestão de renda fixa e câmbio dos fundos Itaú Hedge e Itaú Hedge Plus, em conjunto com Emerson Codogno e Mariano Steinert até o início de 2020.

Emerson Codogno é o gestor de Brasil FX e conta com dois cogestores atuando junto com ele. Emerson iniciou sua carreira na mesa proprietária de câmbio do Banco BBM em 1996. Ingressou na Itaú Asset Management em 2006, onde atuou na gestão de renda fixa e câmbio dos fundos Itaú Hedge e Itaú Hedge Plus, até sair em 2010 para fundar a Kapitalo. Retornou para o time da Itaú Asset em 2013 para seguir na gestão dos multimercados. 

Mariano Steinert é o gestor da parte Macro Internacional e conta com três cogestores atuando em seu time. Steinert iniciou sua carreira em 2005 no Banco Modal  e juntou-se à equipe de gestão de renda fixa e moedas de países G7 do Banco BBM no mesmo ano. Em 2007 foi atuar no time da Gávea Investimentos, onde passou pelas mesas de mercados emergentes e Brasil, sempre com foco em moedas e renda fixa. Entrou para o time da Itaú Asset em 2010, onde ficou focado na gestão de renda fixa e câmbio dos fundos Itaú Hedge e Itaú Hedge Plus.

Wlad Ribeiro iniciou sua carreira em 2008 no Banco BBM como analista de ações e juntou-se à equipe de gestão de renda  variável da BBM Investimentos em 2010, quando tornou-se sócio. Em 2013 foi compor o time da SPX como sócio e gestor de ações dos fundos multimercados. Entrou para o time da Itaú Asset em 2018, onde atuou na gestão de renda variável dos fundos Itaú Phoenix, Itaú Long Biased, Itaú Long Short Plus e, também, no portfólio de renda variável dos multimercados Itaú Hedge e Itaú Hedge Plus. 

Por fim, Lucas Cachapuz iniciou sua carreira em 2009 na JGP, auxiliando os principais sócios na execução e controle dos fundos multimercados e fundos de ações. Em 2015 tornou-se um dos sócios responsável pela gestão de bolsa nos fundos multimercados, onde ficou até 2020.  

O time de gestão macro e micro conta ainda com o suporte da equipe de pesquisa macroeconômica, liderada por Igor Velecico. Igor é doutor em Economia pela USP e tem 15 anos de experiência na cobertura do cenário macro doméstico e internacional. O time de pesquisa tem 9 analistas divididos para o estudo da inflação, atividade, países desenvolvidos, emergentes e também conta com um analista de dados. 

O Genoa Capital Radar FIC FIM é um fundo multimercado macro trading, significando que a estratégia explora investimentos baseados em cenários  e tendências macroeconômicas de curto e médio prazo para juros, moedas e bolsa. O fundo atua majoritariamente no Brasil e em outros países emergentes, pois acreditam que possuem maior vantagem competitiva. A alocação de risco do fundo é mais concentrada no book macro, que possui aproximadamente 85% do risco, e o book micro fica com 15%. Vale ressaltar que não há uma pré-alocação de risco dentro do book macro, gerando flexibilidade para atuarem nas classes de ativos que estiverem enxergando oportunidades. 

O processo decisório do fundo segue um modelo de book único, no qual a decisão final é consensual dos gestores, sem tirar autonomia do gestor que está à frente do seu book. Apesar de se dividirem como especialistas em seus mercados de cobertura, os gestores olham para o portfólio como um todo na hora de montar as posições, principalmente no risco macro, pois seus históricos de carreira contemplam atuação em diversos mercados.

Por fim, em relação à gestão de risco do portfólio, o Genoa Radar utiliza métricas de VaR e Stress Test para mensurar as perdas esperadas do portfólio, contudo sem limites formais. A tomada de decisão e montagem das posições é bem mais baseada nos cenários de estresse, tanto retrospectivos quanto prospectivos, para analisar como as posições reagiriam em determinadas situações do passado e cenários hipotéticos gerados pelo time. Como um dos objetivos da gestão é proteger o portfólio, caso a gestão não esteja enxergando uma boa relação de risco e retorno, ajustarão o portfólio para reduzir o risco.

Mercados de atuação e performance da estratégia:

TESOUROCRÉDITO PRIVADOMOEDASAÇÕESDERIVATIVOSALAVANCAGEM
X
NTN-B, LTNBrasil e Exterior
Referência: fevereiro/2022

A Órama Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. distribui seus produtos para pessoas físicas e jurídicas. Recomendamos o preenchimento do seu Perfil de Investidor antes da realização de investimentos. As informações constantes neste documento estão em consonância com os regulamentos dos fundos de investimento, mas não os substituem. Leia a lâmina de Informações essenciais, se houver, e o regulamento antes de investir, disponíveis no site www.orama.com.br. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. AS RENTABILIDADES DIVULGADAS NÃO SÃO LÍQUIDAS DE IMPOSTOS E TAXAS DE ENTRADA, DE SAÍDA OU DE OUTRAS TAXAS, QUANDO APLICÁVEL. FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU DO FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITOS – FGC. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. Este material tem propósito meramente informativo. A Órama não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações aqui divulgadas. As informações deste material estão atualizadas até 25/02/2022.

Posts Similares