Bolsas recuam com expectativa pelo CPI e preço das commodities

Compartilhe o post:

NESTA MANHÃ
Nesta manhã: Bolsas recuam com expectativa pelo CPI e preço das commodities.
  • As bolsas asiáticas fecharam em viés de alta, após dados de exportação da China virem acima do esperado, indicando que a economia pode estar superando os impactos da Covid-19. O Xangai Composto teve alta de 0,09%, enquanto o Nikkei subiu 0,54%. Contudo, o Hang Seng foi exceção e caiu 0,22%, pressionado por ações imobiliárias. 
  • As exportações chinesas expandiram na comparação anual 17,9%, ante 16,9% em maio, e acima das projeções do mercado de 12%. Assim, o superávit comercial do país ficou em US$ 97,94 bilhões em junho, ante US$ 78,8 bilhões em maio. Ao passo que os economistas previam superávit de US$ 76,9 bilhões.  
  • Na Europa, as bolsas operam em baixa, na expectativa para novos dados do CPI americano. Assim, os indicadores da Europa ficaram em segundo plano, embora os da indústria tenham surpreendido positivamente. Desse modo, o Stoxx Europe 600 recua 0,83%
  • A produção industrial da zona do euro subiu 0,8% em maio ante abril, de acordo com dados da Eurostat. O resultado ficou acima da expectativa de analistas consultados pelo WSJ, de 0,2%. Na comparação anual, houve expansão de 1,6% em maio, enquanto a projeção do mercado era de ganho de 0,1%.
  • No Reino Unido a produção industrial avançou 0,9%, conforme relatório da ONS. A expectativa era retração de 0,3%.
  • Os futuros dos índices de ações de Wall Street indicam abertura no positivo. 
  • O rendimento do T-Notes de 10 anos está em 2,95%.
  • Os contratos futuros do Brent sobem 0,60%, a US$ 100,09 o barril.
  • O ouro avança 0,17%, a US$ 1.729,10 a onça.
  • O Bitcoin negocia a US$ 19,7 mil.
AGENDA DO DIA
  • 09:00 Brasil: Vendas no Varejo PMC (Mai) 
  • 09:30 EUA: Índice de Preços ao Consumidor CPI (Mai) 

RESUMO DO FECHAMENTO ANTERIOR
BRASIL

Vindo de duas sessões de baixa, o Ibovespa ensaiou recuperação. No entanto, com a queda de 7,1% no preço do barril de petróleo Brent, o impacto nas petroleiras segurou o índice com alta marginal de 0,06%, aos 98.271,21 pontos. O petróleo fechou abaixo dos US$ 100 o barril pela primeira vez em três meses. As ações ordinárias e preferenciais da Petrobras (PETR3;PETR4) foram destaque recuando 1,96% e 1,50%, respectivamente.

Os juros terminaram em queda, após volatilidade pela manhã. O recuo nos preços das commodities em adição à perspectiva de que a PEC dos Benefícios seja aprovada pressionaram a correção de parte da forte alta vista nas últimas sessões.

Ao passo que o dólar subiu, com a onda de fortalecimento global da moeda americana e o tombo dos preços das commodities. Assim, fechou em alta de 1,25%, a R$ 5,4390.

EXTERIOR

As bolsas de Nova York fecharam em baixa, após um pregão marcado por volatilidade, afetando principalmente os setores de energia e tecnologia. O índice Dow Jones fechou em baixa de 0,62%, enquanto  o S&P 500 recuou 0,92% e o Nasdaq caiu 0,95%.

Os retornos dos Treasuries caíram, com demanda pela segurança dos bônus entre investidores. Investidores se prepararam para o índice de preços ao consumidor (CPI), que será publicado pela manhã de hoje (12), e monitoraram declarações de um dirigente do Fed.

O índice DXY ficou estável, com alta marginal de 0,05%. O euro chegou a atingir brevemente a paridade ante o dólar, após a divulgação do índice de expectativas econômicas da Alemanha. No entanto, o movimento não se sustentou.

Para o presidente da distrital de Richmond do Fed, Thomas Barkin, a inflação nos EUA deve recuar diante do aperto monetário do BC, mas não de forma “imediata e previsível”. Além disso, avaliou que o atual nervosismo dos mercados é previsível, pois os esforços na busca por um “pouso suave” na economia americana são “desafiadores”.

INDICADORES ECONÔMICOS NO BRASIL

O volume de serviços prestados subiu 0,9% em maio ante abril, de acordo com os dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgado pelo IBGE. Ao passo que no mês anterior, o resultado do indicador foi revisto de 0,2% para -0,1%. O resultado superou a mediana de 0,2% conforme estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast

Na comparação com maio do ano anterior, houve elevação de 9,2% em maio de 2022, já descontado o efeito da inflação. Nessa comparação, as previsões tinham mediana positiva de 8,6%. A taxa acumulada no ano foi de avanço de 9,4%. Em 12 meses, os serviços acumulam alta de 11,7%.

POLÍTICA NO BRASIL

A Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (12), por 393 votos a 14, o texto-base da proposta de emenda constitucional (PEC) “das Bondades”, também conhecida como “PEC Kamikaze” ou “PEC Eleitoral”, mas precisou adiar a votação das emendas da oposição por instabilidades no sistema. Numa manobra, o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), decidiu suspender – e não encerrar – a sessão e retomá-la na manhã desta quarta-feira (13), para que, dessa forma, possa manter o painel de presença. (Valor)

O Congresso Nacional aprovou ontem o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2023. A votação aconteceu mesmo após reação de partidos do Centrão, que demonstraram insatisfação com retirada do texto final do artigo que tornaria impositivo – ou seja, obrigatório – o pagamento das emendas de relator. Apesar de a impositividade ter sido barrada, os deputados e senadores aprovaram um projeto de lei (PLN) que reforça o caráter “secreto” dessas emendas, permitindo seu remanejamento de RP9 para despesas discricionárias do governo (RP2), escondendo o nome do parlamentar responsável por essa indicação. (Valor)

Para mais notícias sobre Brasília, acesse o Panorama Político.

PAINEL DE COTAÇÕES

As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação
 de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica
 proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.
Compartilhe o post:

Posts Similares