Mercados operam no vermelho na expectativa da inflação americana

Compartilhe o post:

NESTA MANHÃ
Nesta manhã: Mercados operam no vermelho na expectativa da inflação americana.
  • As bolsas asiáticas fecharam em baixa, após uma rodada de perdas em Wall Street, com investidores demonstrando aversão a risco em meio a preocupações com a situação da covid-19 na China e antes da publicação de novos dados de inflação (CPI) nos EUA. O índice acionário japonês Nikkei caiu 1,77% em Tóquio, enquanto o Hang Seng recuou 1,32% em Hong Kong e o Xangai Composto teve baixa de 0,97%. 
  • Do mesmo modo, na Europa, as bolsas operam no negativo, após um indicador fraco de confiança da Alemanha levar o euro brevemente à paridade em relação ao dólar e na expectativa para o CPI americano. O índice Stoxx Europe 600 tem queda de 0,43%.
  • O índice de expectativas econômicas da Alemanha caiu de -28 pontos em junho para -53,8 pontos em julho, conforme pesquisa divulgada pelo instituto ZEW. O resultado veio bem pior do que esperado por analistas consultados pelo WSJ, que previam queda do indicador a -41 pontos.
  • Os futuros dos índices de ações de Wall Street indicam abertura no vermelho. 
  • O rendimento do T-Notes de 10 anos está em 2,92%.
  • Os contratos futuros do Brent despencam 2,13%, a US$ 104,82 o barril.
  • O ouro está de lado, a US$ 1.732,99 a onça.
  • O Bitcoin negocia a US$ 19,6 mil.
AGENDA DO DIA
  • 08:00 EUA: Relatório Mensal da OPEP
  • 09:00 Brasil: Crescimento do Setor de Serviços PMS (Mai) 
  • 10:00 Votação da LDO no Congresso Nacional
  • 13:55 Votação da PEC dos Benefícios na Câmara dos Deputados

RESUMO DO FECHAMENTO ANTERIOR
BRASIL

A aversão a risco nesta abertura de semana se estendeu da Ásia à Europa e aos Estados Unidos, afetando também emergentes como o Brasil. Desse modo, o Ibovespa fechou com tombo de 2,07%, aos 98.212,46 pontos. Além disso, o dólar teve alta de 1,97%, a R$ 5,3720.

As principais taxas dos juros futuros fecharam no maior nível desde 2016. O temor de recessão global e desconforto na situação politica internamente, depois que o assassinato de um militante do PT por um apoiador do presidente Jair Bolsonaro fez crescer a percepção de risco de polarização na disputa eleitoral, impulsionaram a alta das taxas. 

EXTERIOR

 Os mercados acionários de Nova York fecharam em queda, em uma sessão marcada pela aversão ao risco. Com uma agenda de indicadores econômicos esvaziada, os investidores monitoraram comentários de dirigentes do Fed e o início da temporada de balanços, enquanto ainda persistem os temores de recessão. O foco da semana está na divulgação do índice de preços ao consumidor (CPI), na quarta-feira. O índice Dow Jones fechou em baixa de 0,52%, ao passo que o S&P 500 caiu 1,15% e o Nasdaq perdeu 2,26%.

Os juros dos Treasuries caíram, com a maior busca por segurança nos mercados do exterior e depois dos avanços vistos na última sessão. Ao mesmo tempo, o dólar operou em forte alta ante moedas rivais, à medida que o mercado digere o payroll forte e aguarda o CPI. Assim, o índice DXY encerrou em alta de 0,95%.

A presidente da distrital de Kansas City do BC americano, Esther George, reiterou apoio ao plano de subir juros rapidamente para controlar a inflação. No entanto, alertou que um aperto monetário excessivamente “abrupto” pode prejudicar a economia dos Estados Unidos. 

POLÍTICA NO BRASIL

O relator do projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2023, senador Marcos Do Val (Podemos-ES), cedeu à pressão e anunciou que irá retirar do texto final o artigo que torna obrigatório o pagamento das emendas de relator (também chamadas de “RP9” ou “orçamento secreto”). A decisão fez com que partidos como União Brasil e Novo pedissem o adiamento da sessão do Congresso Nacional. A votação está prevista para hoje (12). (Valor)

O deputado federal Alexis Fonteyne (Novo-SP) protocolou um mandado de segurança no STF (Tribunal Superior Eleitoral) para anular o apensamento da PEC (proposta de emenda à Constituição) que amplia o Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600 à PEC 15, das vantagens tributárias para biocombustíveis. No pedido, o partido pede que seja reconhecida a inconstitucionalidade do texto, da PEC 1, inserido na PEC do biocombustíveis. (Poder 360)

Para mais notícias sobre Brasília, acesse o Panorama Político.

PAINEL DE COTAÇÕES
tabela de cotações com valores do fechamento da sessão anterior a abertura da atual

As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama Investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.
Compartilhe o post:

Posts Similares