Aspas dos Gestores – Junho de 2022

O research de fundos de investimento reuniu no Aspas dos Gestores de junho o comentário de 143 gestores de fundos de investimentos sobre os desafios dos fundos no mês de maio e as perspectivas para o mês de junho.

O documento está ordenado por gestores, em ordem alfabética, e adaptado para navegar até comentário desejado através de um clique no nome da gestora.

Para entender como a visão da sua gestora favorita mudou ao longo dos meses, basta conferir os relatórios anteriores aqui.

Panorama Geral:

Em maio, com a contínua pressão inflacionária, o Banco Central (BC) elevou a Selic para 12,75%, dando sinais de mais um aumento na próxima reunião, em meados de junho. Os juros futuros voltaram a subir, na esteira da divulgação da inflação no exterior e do IPCA-15. 

Banco Central americano (Fed) aumentou a taxa de juros em 0,5% e sinalizou que mais aumentos virão. Como resultado, esse movimento contribuiu com a queda do ouro, visto que investidores trocam sua reserva nas commodities pelos rendimentos dos títulos do Tesouro americano. A taxa da T-note de 10 anos, que chegou a bater 3,12% no início do mês, caminha para fechar no patamar de 2,75%.

Guerra da Ucrânia, que já se estende por três meses, e as incertezas acerca da Covid-19 na China reduziram o apetite por risco dos investidores globais. Reagindo a esses vetores negativos, as bolsas ao redor do mundo registraram um mês de alta volatilidade.

No Brasil, apesar da aversão ao risco no exterior, dos atritos recorrentes entre o Executivo e o Judiciário e das medidas que podem exceder o teto de gastos, o Ibovespa vem se mantendo em campo positivo. O dólar acumula desvalorização frente ao real. Em relação às outras moedas, a moeda americana também perdeu valor, com o índice DXY caindo em torno de 1%. 

Em adição, o desempenho das criptomoedas se destacou negativamente no mês, com o Bitcoin caindo mais de 20%. 

Em junho, teremos nova rodada de alta de juros. Aqui, o Comitê de Política Monetária do BC deve elevar a Selic para 13,25%. Esperamos que seja a última alta do ciclo. Aguardamos o comunicado após a reunião, a ata e declarações dos dirigentes com mais sinalizações sobre os próximos passos.

Nos EUA, os agentes contabilizam alta probabilidade de o Fed elevar a taxa em 0,5 ponto percentual. Com isso, a taxa básica de juro americana ficará entre 1,25% e 1,50%.

Confira a lista completa de fundos de investimento disponíveis da Órama.


As informações aqui contidas são de caráter informativo, bem como não se trata de qualquer tipo de análise ou aconselhamento para a realização de investimento, não devendo ser utilizadas com esses propósitos, nem entendidas como tais. A Órama não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações aqui divulgadas. Os investimentos em fundos estão sujeitos a riscos específicos de mercado. FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU DO FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITOS – FGC. Leia o regulamento, o formulário de informações complementares e a lâmina de informações essenciais dos fundos antes de investir, disponíveis no site www.orama.com.br.

Posts Similares