Os esforços para diminuir inflação – cenários alternativos

Cenários Alternativos

O governo vem se esforçando para tentar controlar a inflação nesse ano. Estão em tramitação no Congresso Nacional projetos que impactam o IPCA em diferentes níveis. Nesse sentido, o recente Panorama Político explicita com mais detalhes as propostas vigentes.

Diante disso, traçamos dois cenários alternativos para o IPCA considerando algumas premissas, conforme gráfico abaixo.

No “Cenário Base” não consideramos os projetos de diminuição de preços por parte do governo. Sendo assim, é o cenário que reflete as informações que temos hoje para o resto do ano caso nenhuma proposta seja aprovada.

O “Cenário Alternativo 1” tem como hipótese a aprovação do PLP 18 com as propostas de alteração apresentadas por Jair Bolsonaro na coletiva do dia 06 de junho. Passamos, então a incorporar as seguintes mudanças de tributação a partir de agosto:

  • zeragem do ICMS para o diesel e o gás de cozinha e o teto de 17% para os ICMS de combustíveis, energia elétrica, transporte coletivo e telecomunicações. Esse impacto reduziria o IPCA do ano em 90 bps.
  • zeragem dos tributos federais sobre a gasolina e o etanol. Ao retiramos PIS/Cofins e CIDE da gasolina o efeito é de redução 65 bps no IPCA do ano. No caso do etanol, o recuo é de 5 bps.

Essas medidas conjuntamente tem potencial baixista de 160 bps para a inflação do ano. Consideramos em torno de 80% de repasse dos postos ao consumidor, conforme é habitualmente observado. Dessa forma, o IPCA do ano sairia de 9,2% para 7,6%.

No “Cenário Alternativo 2” somamos ao cenário anterior a proposta para que não tenha reajuste das distribuidoras de energia elétrica esse ano. Supõe-se que não haja reajuste para os estados de MG e SP. Assim, há impacto estimado adicional de 45 bps a menos , o que leva o IPCA para 7,15%.

Vale lembrar que ainda existe a incerteza sobre novos reajustes da Petrobras, dado que a defasagem da gasolina com relação ao preço internacional, que já alcança 20%. Havendo uma reajuste de 10%, o impacto é altista em 20 bps. Porém, como esse processo ainda não está claro, em função da mudança na presidência da companhia e de uma alteração no padrão que vinha sendo adotado para os reajustes, optamos por não considerar esse ponto em nenhum cenário.


Alexandre Espirito Santo – Economista-Chefe

Elisa Andrade – Analista de Macroeconomia

Lorena Laudares – Cientista Política

As informações contidas neste material têm caráter meramente informativo, não constitui e nem deve ser interpretado como solicitação de compra ou venda, oferta ou recomendação de qualquer ativo financeiro, investimento, sugestão de alocação ou adoção de estratégias por parte dos destinatários. Este material é destinado à circulação exclusiva para a rede de relacionamento da Órama investimentos, incluindo agentes autônomos e clientes, podendo também ser divulgado no site e/ou em outros meios de comunicação da Órama. Fica proibida sua reprodução ou redistribuição para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio consentimento expresso da Órama.

Posts Similares