Brasil Foods – Plano de ação começa no alto escalão.

Brasil Foods

PROTEÍNAS

Plano de ação começa no alto escalão

Veiculada demissão de diversos executivos da companhia.

Conforme veiculado no jornal Valor Econômico, a BRF está cortando cargos no alto escalão, inclusive 25% das posições de diretoria. Esse é o primeiro passo da simplificação da estrutura, comunicada pelo CEO da companhia Lorival Luz no call de resultados no início do mês. A empresa pretende cortar 500 milhões de Reais anuais em custos, uma resposta bastante enfática ao fraquíssimo resultado publicado referente ao primeiro trimestre de 2021. O mercado reagiu de forma bastante positiva, com o papel acumulando 10,82% de alta no mês.

Outros pontos positivos levantados no call.

A diretoria havia mencionado ainda a necessidade de racionalizar o capex. Os investimentos subiram muito de patamar ao longo dos últimos anos. A empresa, nos últimos doze meses, investiu 3,8 bilhões de Reais, 55% acima dos R$ 2,4 bi investidos no ano de 2020. O alto consumo de caixa foi grande preocupação neste trimestre – o mercado esperava uma desalavancagem bem maior do que o que de fato foi atingido com a captação feita no início do ano.

O que esperar?

A notícia, do ponto de vista de corte de custo, é bastante positiva. A empresa deverá seguir com as iniciativas nessa frente, que aliadas a uma melhora na margem bruta, deverão trazer já nos próximos trimestres um resultado mais favorável. Em contrapartida, estamos observando uma tremenda mudança no ambiente político da companhia – o que pode estar associado à mudança no controle da BRF que ocorreu recentemente. A Marfrig, de Marcos Molina, adquiriu mais de um terço da companhia, tendo eleito um conselho majoritariamente seu logo em seguida. Ainda não esta claro para o mercado como será a cultura desta nova BRF.

Prevemos melhora de margens já para o segundo tri, conforme sugestionado no call.

A BRF tem tido desempenho financeiro muito superior aos seus pares internacionais, e com isso ficamos surpresos com o prejuízo de 1,5 bilhões de Reais observado no primeiro trimestre. O próprio CEO, Lorival Luz, mencionou que a pior situação do ponto de vista de margem bruta foi observada em fevereiro, e que os números de março e abril já vinham substancialmente melhores. A estabilização nos preços dos grãos e uma melhora gradual no preço do frango deve melhorar as margens bastante espremidas da companhia.

Confira também a nossa carteira mensal de junho, onde recomendamos a compra das ações da Brasil Foods.

Invista conosco! Abra a sua conta já.


Disclaimer disponível no relatório completo. Acesse o documento clicando no link abaixo.

Posts Similares