CRI Socicam (IPCA + 7,5%): Empresa completa 50 anos em plena expansão de seus negócios

CRI Socicam: Empresa completa 50 anos em plena expansão de seus negócios

Socicam completa 50 anos em plena expansão de seus negócios

Socicam faz 50 anos sendo uma das principais concessionárias do Brasil, atendendo mais de 100 milhões de pessoas por mês em todos os seus empreendimentos.

Nessas 5 décadas de existência, seu crescimento foi pautado nos pilares estratégicos de sustentabilidade, inovação e diversidade e inclusão. Dessa forma, além de contribuir com o setor de mobilidade urbana, a empresa também tem o objetivo de impactar a sociedade de forma positiva.

Em 2022 a Socicam continua expandindo seus negócios com a aquisição de 11 aeroportos no estado de São Paulo e 9 terminais urbanos na cidade de São Paulo-SP, utilizando o conceito de espaços multiuso e tecnologias mais modernas na elaboração e uso dos espaços.

Oportunidade de Investimento

O CRI da Socicam (21K0146621) é uma excelente opção de investimento em renda fixa, no segmento de crédito privado. Trata-se de um ativo considerado high yield, ou seja, que traz uma taxa de retorno acima da média do mercado. É um ativo atrativo para compor a carteira de investimento, se adequando melhor a investidores com perfil mais arrojado.

Características do Ativo:
Vencimento03/03/2030
RemuneraçãoIPCA + 7,50% a.a.
Pagamento de JurosMensal

Quem é a Socicam?

É uma empresa do setor de transporte e logística que ocupa uma posição de liderança no segmento de gestão de terminais de transporte de passageiros, no qual aplica o conceito de multiuso e integração dos espaços públicos, com foco no atendimento e no bem-estar do cidadão.

Criada em 1972 na cidade de Campinas para administrar a antiga rodoviária da cidade, a Socicam cresceu nas últimas 5 décadas e adquiriu diversos aeroportos, portos, terminais rodoviários, terminais urbanos, estacionamentos, centros comerciais e centrais de atendimento, num total de 131 empreendimentos espalhados por vários estados do Brasil e na América do Sul.

No final da década de 80 e início da década de 90 registrou sua primeira grande expansão com a aquisição da concessão de terminais urbanos e rodoviário na cidade de São Paulo e dos terminais rodoviários do Rio de Janeiro e Niterói-RJ, que estavam entre os maiores do país. E nos últimos 15 anos expandiu seus negócios para fora do Brasil, se estabelecendo no Chile e no Peru.

Portfólio de negócios da Socicam:
EmpreendimentosQuantidade
Aeroportos24 unidades
Portos4 unidades
Terminais Rodoviários29 unidades
Terminais Urbanos74 unidades
Total131 unidades

A Socicam em números

Em função do tipo de negócio que depende de um fluxo significativo de pessoas se locomovendo na cidade, a Socicam sofreu um revés no período mais restritivo da pandemia de Covid-19, no qual teve uma retração de 33% na sua receita líquida do último exercício em 2020. Este movimento se refletiu na lucratividade da empresa, que registrava lucro líquido até 2019 para registrar prejuízo líquido a partir de 2020, uma vez que a sua estrutura de custos operacionais tem uma margem restrita para se ajustar à um cenário de menor faturamento. Porém com a atividade econômica dando sinais de recuperação e a população voltando a circular pelas ruas, a expectativa é que a empresa volte a performar nos níveis anteriores à pandemia.

Quando se olha o nível de endividamento da Socicam, houve um crescimento de 64% no endividamento líquido, em boa parte pela necessidade de cobrir a queda de recursos de curto prazo pela queda da receita líquida. Apesar do aumento do tamanho da dívida, a Socicam tem ampliado seu acesso ao mercado de capitais, que faz que esse novo endividamento tenha um perfil favorável através de prazos mais alongados (entre 7 e 15 anos de maturidade) e de taxas mais baixas do que o financiamento bancário. E o cronograma de vencimento da dívida está bem distribuído ao longo do tempo e, atualmente, o montante que vence nos próximos 12 meses está em torno de 12% do total da dívida, o que permite a Socicam ter uma certa estabilidade financeira para aguardar a retomada da atividade econômica no país, dado todo o potencial de resultado do portfólio de negócios da empresa. E vale mencionar que a totalidade de suas dívidas se encontram adimplentes e sem atrasos de pagamentos até o momento.

Estruturação do Certificado de Recebíveis Imobiliários (CRI)

A Socicam é a devedora do CRI emitida pela Reit Securitizadora, com código CETIP 21K0146621 e que vence em março de 2030. A princípio a Socicam se vale da sua capacidade financeira para honrar o pagamento de suas dívidas, o que inclui este CRI. Porém, com o intuito de dar maior robustez e oferecer maiores garantias quanto ao retorno do recurso emprestado pelo investidor, essa dívida foi estruturada por uma securitizadora.

Em linhas gerais, a Socicam está alugando imóveis comerciais em 4 terminais rodoviários no estado de São Paulo e no Distrito Federal para a empresa GR S.A. num contrato de longo prazo, além de colocar em garantia os ganhos provenientes de outros 4 terminais rodoviários, nos estados de São Paulo, Sergipe e Pernambuco. A partir deste fluxo de recursos futuros, se emite uma dívida (CRI) que terá um fluxo de pagamentos com características semelhantes aos recebíveis colocados em garantia. Desta forma, a Socicam consegue adiantar recursos para fazer a manutenção da empresa ou ainda continuar expandindo seus negócios.

Além de todo essa arcabouço financeiro, a locatária dos imóveis é uma empresa que pertence ao Grupo Compass que é líder mundial em serviços de alimentação e que além de possuir diversas marcas próprias para oferecer o serviço de alimentação no varejo, também possui a franquia de marcas como Casa do Pão de Queijo, Bob’s, Giraffas e Subway, o que é um ponto positivo na expectativa do cumprimento do contrato de aluguel com pagamentos em dia. Na imagem acima podemos ver a expectativa de fluxo de recebimentos dos recebíveis colocados em garantia contra o pagamento de juros e amortização do CRI ao longo da vida útil do ativo e como a operação foi constituída para que os riscos ao investidor sejam minimizados, uma vez que os recebíveis devem corresponder a 165% do saldo devedor da dívida, mesmo com o fim da concessão de um dos terminais em julho de 2026.

Para maiores informações desta operação, clique aqui.

Posts Similares