Comentários do presidente do Fed e indicadores econômicos influenciam a direção dos mercados

Nesta manhã: comentários do presidente do Fed influenciam os mercados e mais notícias.

Comentários do presidente do Fed e indicadores econômicos influenciam a direção dos mercados

  • As bolsas na Ásia fecharam em alta, após o tom positivo de Wall Street, que teve sólidos ganhos na esteira de comentários do presidente do Fed, Jerome Powell. Dessa forma, o índice acionário japonês Nikkei subiu 0,94% em Tóquio, enquanto o Hang Seng avançou 0,20% em Hong Kong. Na China, o Xangai Composto foi o único que contrariou o viés positivo e recuou 0,25%. 
  • O PIB do Japão sofreu contração de 0,2%, contudo, analistas esperavam uma queda de 0,4% no primeiro trimestre. 
  • Na Europa, as principais bolsas operam em leve baixa, mostrando dificuldades de manter o ímpeto positivo de ontem em meio a preocupações com a alta da inflação na região, fator que alimenta expectativas de aperto monetário. O índice Stoxx Europe 600 recua 0,06%. 
  • A taxa anual de inflação ao consumidor (CPI) da zona do euro se manteve no nível recorde de 7,4% em abril, repetindo a variação de março, segundo dados finais divulgados pelo Eurostat. O resultado de abril ficou um pouco abaixo da leitura preliminar e da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, de 7,5% em ambos os casos. O CPI recorde, que segue influenciado pelos efeitos da guerra entre Rússia e Ucrânia, pressiona o Banco Central Europeu (BCE) a apertar sua política monetária. A meta de inflação do BCE é de 2%. Na comparação com março, o CPI da zona do euro avançou 0,6%, em linha com o consenso do mercado.
  • Já no Reino Unido, o CPI anual saltou de 7% em março para 9% em abril, o maior patamar em quatro décadas, reacendendo temores de recessão, de acordo com os dados publicados hoje pelo Escritório Nacional de Estatísticas (ONS). A estimativa do mercado era de 9,1%. Na comparação com o mês anterior, a alta foi de 2,5%, em linha com as projeções do mercado. 
  • Os futuros dos índices de ações de Wall Street apontam para abertura no vermelho. 
  • O rendimento do T-Notes de 10 anos está em 2,98%.
  • Os contratos futuros do Brent sobem 1,17% a US$ 111,13 o barril.
  • O ouro avança 0,11%, a US$ 1.817,65 a onça.
  • O Bitcoin é negociado abaixo de US$ 30 mil.

Leia mais no documento completo

Para notícias sobre Brasília, acesse o Panorama Político.

Posts Similares