Investidores digerem os balanços no último pregão de abril

Confira as últimas atualizações para você começar seu dia com tudo que precisa saber sobre o mercado financeiro.

A última sessão do mês segue com temporada de balanços direcionando os negócios

  • As bolsas na Ásia fecharam em alta. Na China, o índice Xangai Composto avançou 2,41%. Segundo a mídia estatal chinesa, o Politburo prometeu se esforçar mais para impulsionar o crescimento e, ao mesmo tempo, conter o atual surto de covid-19. A política de “tolerância zero” de Pequim contra a doença tem pesado no desempenho da economia chinesa, que vem dando sinais contundentes de desaceleração. Em Hong Kong, o Hang Seng saltou 4,01%. O apetite por risco na região asiática também foi impulsionado pelo desempenho do dia anterior das bolsas de Nova York, favorecidas por balanços positivos de grandes empresas dos EUA. Já a Bolsa de Tóquio não operou, devido a um feriado nacional no Japão. 
  •  Na Europa, as bolsas estão em alta.. O índice Stoxx Europe 600 avança 062%, impulsionado pelos exportadores da região para os quais a demanda de matérias-primas chinesas é fundamental. A movimentada temporada de balanços também ajudou a restaurar a confiança após um início de ano turbulento, atenuando as perdas de abril para as ações europeias. O principal benchmark regional está caminhando para registrar uma queda de 1,3% no mês. O Produto Interno Bruto (PIB) da zona do euro cresceu 0,2% no primeiro trimestre de 2022, segundo dados preliminares divulgados pela agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat.. O resultado ficou em linha com a expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal. Na comparação anual, o PIB do bloco teve expansão de 5% entre janeiro e março, um pouco maior do que o consenso do mercado, de 4,9%. A taxa anual de inflação ao consumidor (CPI) da zona do euro atingiu a máxima histórica de 7,5% em abril, também de acordo com dados preliminares divulgados pela Eurostat. O resultado deste mês ficou em linha com a expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal.
  • Os futuros dos índices de ações de Wall Street apontam para uma abertura no vermelho. No pré-mercado da Nasdaq, a Amazon recuava 8,61%, após informar que teve prejuízo líquido de US$ 3,8 bilhões no primeiro trimestre. Intel caia 3,48% depois de ter projetado receita decepcionante para o trimestre atual. A Apple perdia 2,46% com alerta de fabricante de iPhone sobre impacto de gargalos de oferta em suas métricas operacionais.
  • Para mais notícias sobre Brasília, acesse o Panorama Político.

Leia mais no documento completo

Posts Similares