Parcitas Hedge FIC FIM

Parcitas Hedge FIC FIM

A Parcitas Investimentos é uma gestora de recursos fundada em 2014 por Marcelo Ferman após sair da Ibiuna Investimentos, onde era sócio e economista sênior. De sua fundação até 2019, a Parcitas era focada em fazer a gestão do patrimônio do Marcelo através de fundos exclusivos. Em 2019, com a chegada de Thomaz Callado e Bruno Leite, atuais gestores e sócios de Marcelo, a Parcitas lançou seu principal fundo, que foi aberto para captação em 2021 para o público em geral. O total de ativos sob gestão (AuM) da Parcitas é de aproximadamente R$ 557 milhões, segundo dados da gestora.

Marcelo Ferman, CEO e Gestor da Parcitas, tem mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro brasileiro e internacional. Ferman iniciou sua carreira no banco Fiducia, teve passagem pela Brevan Howard, gestora de hedge funds europeia, pelo Bank Of England e, por fim, pela Ibiuna Investimentos, onde era sócio e economista sênior até sua saída para fundar a Parcitas. Vale ressaltar que Ferman tem um forte histórico acadêmico, sendo mestre e doutor pela LSE – London School of Economics e, também, tem experiência lecionando na PUC-Rio.

Thomaz Callado, que também é um dos gestores da casa ao lado de Marcelo, tem mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro. Tem passagem pela mesa de grandes bancos internacionais e gestoras brasileiras, como JP Morgan, Santander, Morgan Stanley, Goldman Sachs, Canvas Capital, BlueCrest e, por fim, Garde, onde ficou até se juntar ao Marcelo. Callado tem um longo histórico e expertise ligada à gestão de ativos de Renda Fixa.  

Bruno Leite também ocupa a posição de gestor na Parcitas, ficando mais ligado à área macro global e de equities. Tem mais de 15 anos de experiência no mercado, acumulando passagens pelo Risk Office, Santander, Canvas Capital, Gávea Investimentos e Legacy Capital, onde ficou até sair em 2021 para se juntar ao time da Parcitas. 

Ana Luiza Abrão é sócia e uma das gestoras do Parcitas Hedge desde 2022. Antes de integrar o time, de 2018 a 2021 foi sócia e gestora de Global Macro Relative Value na AZ Quest, Trader da mesa proprietária do Santander e gestora de Global Macro Relative Value na Canvas Capital. É formada em Economia pela PUC-Rio e Mestre em Métodos Matemáticos em Finanças pelo IMPA – Instituto de Matemática Pura e Aplicada.

A estrutura de análise conta com quatro profissionais, sendo Vitor Martelo o economista-chefe, Kaian Arantes o economista internacional e Rui Terra o economista quantitativo da casa. Todos eles tiveram passagem pela pós-graduação da PUC-Rio, onde conheceram Marcelo Ferman. Além dos economistas, o time de análise também conta com Gabriela Chiarini, Analista de Equities, fortalecendo a seleção de single-names do fundo ao lado do Bruno Leite. Chiarini teve passagem pelo Credit Suisse, BNP Paribas e pela SFA Investimentos.

O Parcitas Hedge FIC FIM é um multimercado macro top-down que atua nos mercados brasileiro e internacional de juros, moedas, índices de bolsas e ações (single-names). Ou seja, o Parcitas Hedge é um veículo que parte da construção de uma visão macroeconômica para traduzi-la em posições nos mercados e ativos que se comportarão positivamente de acordo com a visão macro do time de gestão. Na gestão do fundo, Marcelo Ferman e Thomaz Callado têm 35% da parcela de risco, enquanto Bruno Leite e Ana Abrão têm 15%. Cada um deles têm a liberdade de operar dentro de seu orçamento de risco, sem uma alocação pré-definida em determinados mercados, gerando maior dinamismo.

Em relação ao processo decisório do Parcitas Hedge, vale destacar que ocorrem reuniões matinais com uma periodicidade diária, nas quais os economistas, gestores, analistas e a área de risco participam obrigatoriamente. Essas reuniões servem para discutir as posições do fundo vis a vis o cenário, podendo ser alterada alguma posição dependendo do que estiver ocorrendo no momento. Contudo, o fórum principal é o comitê de investimentos, no qual o time de análise discute cases e oportunidades que estão enxergando, servindo como um ambiente de troca entre os gestores. Porém, conforme falado anteriormente, as posições construídas são sempre decididas pelo gestor que possui sua parcela de risco no fundo. 

A Parcitas utiliza Lote 45 e Compliasset para realizar a gestão de risco do fundo no dia a dia. Calculam VaR (Valor em Risco, em inglês) mas utilizam como limitador de risco do fundo um estresse de 17% de queda. O Diretor de Risco tem total autonomia para garantir que esse limite, definido com base em backtesting de stress, não seja nunca ultrapassado. 

Além do monitoramento de stress, a Parcitas faz um monitoramento das posições “ex-post” mensal e trimestralmente, em caso de alta ou baixa, para reavaliação das posições e convicções dos gestores. Por exemplo, essa reavaliação ocorre mensalmente sempre que ocorre 4% de alta ou de drawdown (queda a partir de um pico histórico) e trimestralmente se atinge 7% de alta ou drawdown

O fundo trabalha com um limite de concentração máxima de 10% por papel.

Apesar de não perseguirem um mandato específico de volatilidade, esperam uma volatilidade entre 8% e 10%.

No que diz respeito às posições do Parcitas Hedge FIC FIM, a maior parcela de risco do fundo está alocado no exterior, pois continuam vendo uma assimetria mais positiva em relação ao Brasil.

A carteira está com posição tomada (ganham com a alta dos juros) em juros US de 2 anos. No Brasil, também estão com uma posição tomada em 2 anos e aplicada em 10 anos.

Na parte de equities, estão com cerca de 20% do portfólio alocado em single-names no exterior. A maior posição da carteira segue sendo a Amazon, depois Constellation Software e Google. No mercado local, estão vendidos em torno de 10% em Ibovespa.  

Por fim, também estão com uma série de posições de valor relativo na carteira, com destaque para posição vendida em Ibov e vendido em dólar, tomada em pré e vendida em USD e vendida em S&P e vendida em USD.

Mercados de atuação e performance da estratégia:

TESOUROCRÉDITO PRIVADOMOEDASAÇÕESDERIVATIVOSALAVANCAGEM
X
CaixaVendido em dólarBrasil e Exterior
Referência: março/2022

A Órama Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. distribui seus produtos para pessoas físicas e jurídicas. Recomendamos o preenchimento do seu Perfil de Investidor antes da realização de investimentos. As informações constantes neste documento estão em consonância com os regulamentos dos fundos de investimento, mas não os substituem. Leia a lâmina de Informações essenciais, se houver, e o regulamento antes de investir, disponíveis no site www.orama.com.br. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. AS RENTABILIDADES DIVULGADAS NÃO SÃO LÍQUIDAS DE IMPOSTOS E TAXAS DE ENTRADA, DE SAÍDA OU DE OUTRAS TAXAS, QUANDO APLICÁVEL. FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU DO FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITOS – FGC. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. Este material tem propósito meramente informativo. A Órama não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações aqui divulgadas. As informações deste material estão atualizadas até 30/03/2022.

Posts Similares