Carteira Órama FII – Abril de 2022

Carteira Recomendada Órama FII – Abril 2022

PERFORMANCE l MARÇO 2022:

Tivemos mais um mês com a guerra entre Rússia e Ucrânia no centro das atenções. Sem resoluções dos conflitos, esperamos nos próximos períodos novas negociações diplomáticas. Um dos resultados dessa situação para o mundo é a pressão inflacionária. Nesse contexto vimos o Copom subindo mais uma vez a taxa Selic, que atingiu 11,75%a.a.. Além disso, já indicou um potencial novo aumento na próxima reunião que ocorre em maio.

Em relação ao cenário político brasileiro, as trocas de cadeiras nos Ministérios em Brasília e o ritmo dos gastos públicos podem aumentar a volatilidade dos mercados. 

O diferencial entre as taxas de juros dos EUA e a nossa, combinado com as commodities em patamares elevados sustentaram o apetite de estrangeiros por ativos domésticos, impulsionando a alta das ações (IBOV +6,1%) e a valorização do real (+8,9%). No mercado de FIIs, vimos o IFIX também subindo +1,42% no mês. A Carteira Órama FII teve um retorno positivo de +0,60%. Destaque positivo para os FIIs de CRIs e desenvolvimento, enquanto os FIIs de Lajes Corporativas puxaram os resultados para baixo. No acumulado desde o início, a carteira segue superando o IFIX e apresenta uma performance +12,11% vs. IFIX -0,94% vs. CDI +7,98%.

MOVIMENTAÇÕES l ABRIL 2022:

Entrada RBHG11: Esse mês estamos incluindo na carteira o RBHG11, fundo da Rio Bravo de CRIs high grade. A cota negocia atualmente no secundário com um desconto de 10%, o que resulta em yields bastante acima dos pares, e em linha com carteiras com riscos bem mais elevado. Diante dessa assimetria, acreditamos que o fundo possui uma oportunidade de ganho de capital, assim como dividendos interessantes para compor a Carteira Órama FII.

Redução TGAR11 e RBRY11: O cenário macro atual de elevação de juros e inflação ainda em patamares elevados, traz desafios para o segmento de desenvolvimento. Apesar de entendermos que o TGAR possui valor a ser destravado no longo prazo em sua carteira, entendemos que no curto prazo o fundo deve apresentar uma maior volatilidade. Isto posto, decidimos reduzir nossa exposição ao TGAR, de forma a tornar a carteira mais defensiva e possibilitar a captura de oportunidades descontadas e perspectivas mais elevadas de resultados para o período. Quanto ao RBRY, havíamos aumentado sua exposição em janeiro quando retiramos outro FII da carteira. O aumento foi feito de forma tática, enquanto buscávamos um novo ativo para fazer parte do portfólio. Estamos apenas voltando com o mesmo % que já tínhamos no fundo.


→Mantemos uma alocação mais defensiva na Carteira Órama FII, com 45% em FIIs de Recebíveis, que trazem uma maior resiliência de fluxo de caixa e conseguem entregar mensalmente a variação dos indexadores (IPCA, IGP-M, CDI), além de Fundos de Tijolo com imóveis de qualidade, taxas de retorno atrativas e inquilinos com baixo risco de crédito. Buscamos também oportunidades de ganho de capital em FIIs que tiveram seus preços mais descontados diante do cenário macro atual.

Para ter acesso ao relatório completo, clique no link abaixo:

Confira também a nossas Estratégias de Investimento para esse mês.

Invista conosco! Abra a sua conta já.

DISCLAIMER
AVISOS IMPORTANTES:
“Este documento é distribuído pela ÓRAMA DTVM S.A. (“Órama”), estando em conformidade com a Resolução CVM 20/2021. O(s) analista(s) de valores mobiliários Anna Clara Schuwartz Tannouz Tenan – CNPI EM 3045, é(são) o(s) signatário(s) da(s) análise(s) descrita(s) no presente documento e se declara(m) inteiramente responsável(is) pelas informações e afirmações contidas neste material. O(s) analista(s) envolvidos na elaboração deste documento declara(m) que as recomendações eventualmente contidas no relatório refletem única e exclusivamente sua opinião pessoal sobre o(s) ativo(s) analisado(s) e foi(ram) elaborado(s) de forma independente, inclusive em relação à Órama. A Órama mantém e/ou tem intenção de manter relações comerciais com um(a) ou mais companhias/fundos a que se refere este relatório. A Órama está atuando como Participante Especial no âmbito da oferta pública de valores mobiliários de emissão do Valora RE III Fundo de Investimento Imobiliário (VGIR11) na presente data. Parte da Remuneração do(s) analista(s) é proveniente dos lucros da Órama como um todo e, consequentemente, das receitas oriundas de transações realizadas pela Órama. A Órama pode estar atuando e/ou ter atuado como instituição intermediária e/ou participante de oferta pública de valores mobiliários de emissão de uma ou mais [companhias/fundos] citadas neste relatório, inclusive nos últimos 12 meses. Todas as informações utilizadas na(s) análise(s) contida(s) neste documento foram redigidas com base em informações públicas de fontes consideradas fidedignas. Embora tenham sido tomadas todas as medidas razoáveis para assegurar que as informações contidas no presente documento não são incertas ou equívocas no momento de sua publicação, a Órama e o(s) seu(s) analista(s) não respondem por sua veracidade. As informações contidas no presente documento têm propósito meramente informativo, não se constituindo em uma oferta de compra ou de venda de qualquer ativo. As informações, opiniões, estimativas e projeções eventualmente contidas se referem à data de sua elaboração e/ou divulgação, bem como estão sujeitas a mudanças, não havendo obrigatoriedade de qualquer comunicação no sentido de atualização ou revisão. Ainda, as opiniões a respeito de compra, venda ou manutenção dos ativos objeto ou a ponderação de tais ativos numa carteira teórica expressam o melhor julgamento do(s) analista(s) responsável(is) por sua elaboração, porém não devem ser entendidos por investidores como recomendação para uma efetiva tomada de decisão ou realização de negócios de qualquer natureza. Este material não leva em consideração os objetivos de investimento, situação financeira ou necessidades pessoais de um investidor em específico, não possuindo qualquer vinculação com o perfil do investidor (suitability) e não devendo ser considerado para este fim. Antes de tomar qualquer decisão de investimento, a Órama aconselha que o investidor entre em contato com o seu assessor para orientação financeira com base em suas características e objetivos pessoais, bem como recomenda o preenchimento do seu perfil de investidor. Operações com o(s) ativo(s) objeto das análises podem não ser adequadas ao perfil do investidor. Rentabilidade prevista ou passada não é garantia de rentabilidade futura. As projeções eventualmente constantes neste documento poderão ter resultados significativamente diferentes do esperado. Recomenda-se a análise das características, prazos e riscos dos investimentos antes da decisão de compra ou venda. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido, não podendo a Órama e/ou o(s) analista(s) envolvido(s) na elaboração deste material serem responsabilizados por qualquer perda direta ou indireta decorrente da utilização do seu conteúdo, cabendo a decisão de investimento exclusivamente ao investidor. As condições de mercado, o cenário macroeconômico, dentre outras condições, podem afetar o desempenho do(s) ativo(s) objeto da análise deste documento. Fica proibida a reprodução ou redistribuição deste material para qualquer pessoa, no todo ou em parte, qualquer que seja o propósito, sem o prévio e expresso consentimento da Órama.”

Posts Similares