Galápagos Bracco FIM

Galápagos Bracco FIM

A Galápagos Asset Management é uma gestora independente, fundada em 2019, que faz gestão de fundos que exploram oportunidades tanto no mercado nacional quanto internacional através de ativos líquidos e ilíquidos, tendo veículos de Crédito Privado, Multimercado e Fundos Imobiliários. A Galápagos tem um time diverso em experiência e em geografia, com escritórios em São Paulo e Miami. Segundo informações da gestora, a casa tem aproximadamente R$ 1.1 bilhão sob gestão.

Sergio Zanini é o fundador da Galápagos, Head de Gestão da casa e tem mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro nacional e internacional. Foi fundador da gestora SAGMO Capital, responsável pela mesa proprietária de Trading Internacional do Itaú Unibanco no Brasil, diretor executivo do UBS Securities em NY e, por fim,  Portfolio Manager na Bluecrest Capital, hedge fund britânico-americano. 

O time de gestão, que está sob comando de Zanini, é composto por 17 profissionais, sendo seis profissionais envolvidos no fundo Multiestratégia, quatro em Crédito, dois em Imobiliário e três no veículo sistemático, dentre outros ligados à área de estratégia e macroeconomia. Além disso, Carlos Fonseca é o Chairman do Comitê de Investimentos. Carlos tem mais de 27 anos de experiência, tendo passagem pela PwC, Fator, BTG (onde atuou por 12 anos até virar Managing Director) e C6 Bank. 

O time dedicado exclusivamente à estratégia do fundo Bracco é composto por três profissionais, tendo em vista que a gestão é completamente sistematizada e o foco se dá no desenvolvimento e acompanhamento diário dos modelos. Sendo assim, a estrutura de análise não tem foco em fatores macro e microeconômicos, construção de cenários, notícias ou outros elementos que podem ser comuns em estratégias não-sistemáticas.

O fundo Bracco FIM é um multimercado sistemático que adota, principalmente, modelos de perseguição de tendências (trend following) na seleção dos ativos que compõem seu portfólio, o qual varia entre 15 e 18 papéis. Toda a gestão é baseada em modelos matemáticos e não há intervenção humana nos sinais de compra e venda gerados pelos modelos. O fundo busca gerar retornos absolutos descorrelacionados com os principais fatores de risco de mercado, realizando uma gestão dinâmica da alocação de risco e utilizando, majoritariamente, ações, câmbio e derivativos para compor a estratégia.

Tendo em vista que o Bracco FIM adota uma gestão sistematizada, o processo decisório não segue o modelo de fundos não-quantitativos (como comitês, por exemplo), pois todos os parâmetros de decisão de entrada e saída de posições estão embutidos nos algoritmos dos modelos que possuem discricionariedade para operar. Contudo, vale destacar que há um processo de teste de hipóteses e criação de teses de modelos, validação dessas modelagens por backtest e aprovação de novos modelos em comitê para serem colocados em funcionamento.

Em relação à gestão de risco, a Galápagos trabalha com uma combinação de modelos de riscos proprietários e de terceiros para monitorar em tempo real as posições do fundo e desempenho das carteiras, tendo como volatilidade alvo entre 10% e 14%. No portfólio, a priori, a exposição máxima por papel é de 15%. No processo de alocação inicial em um ativo, se ele for identificado positivamente em diversas subestratégias dos modelos, o ativo poderá ter mais peso na carteira. Cada papel tem um stop loss intrínseco, mas não stop gain, significando que há um preço pré-determinado de saída em caso de tendência de baixa, mas não um preço de saída em caso de valorização do papel. Não há esse stop gain em casos que forem identificadas tendências de valorização mesmo que ultrapasse os 15% tido como hard limit, pois o principal objetivo é perseguir tendências. Vale destacar que o fundo não opera vendido em single-names, apenas via índice. 

Não tem há de VaR (Value at Risk) diário e trabalham com hard stop do fundo com 30% de drawdown (queda na cota) para reavaliação da aderência dos seus modelos.

Mercados de atuação e performance da estratégia:

TESOUROCRÉDITO PRIVADOMOEDASAÇÕESDERIVATIVOSALAVANCAGEM
X
LFT e NTN-BAções Brasil
Referência: fevereiro/2022

A Órama Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S.A. distribui seus produtos para pessoas físicas e jurídicas. Recomendamos o preenchimento do seu Perfil de Investidor antes da realização de investimentos. As informações constantes neste documento estão em consonância com os regulamentos dos fundos de investimento, mas não os substituem. Leia a lâmina de Informações essenciais, se houver, e o regulamento antes de investir, disponíveis no site www.orama.com.br. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. AS RENTABILIDADES DIVULGADAS NÃO SÃO LÍQUIDAS DE IMPOSTOS E TAXAS DE ENTRADA, DE SAÍDA OU DE OUTRAS TAXAS, QUANDO APLICÁVEL. FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU DO FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITOS – FGC. Investimentos nos mercados financeiros e de capitais estão sujeitos a riscos de perda superior ao valor total do capital investido. Este material tem propósito meramente informativo. A Órama não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações aqui divulgadas. As informações deste material estão atualizadas até 25/02/2022.

Posts Similares