Estratégia Arrojada – Novembro de 2021

ESTRATÉGIA ARROJADA – NOVEMBRO 2021

Em novembro , a inflação continuará como o principal fator de risco.

Como já trabalhamos com a taxa Selic indo para dois dígitos, mantemos a alocação com peso em renda fixa. Com tantas indefinições no cenário político e externo, para minimizar os efeitos das oscilações, sugerimos a diversificação com fundos e títulos de renda fixa. Um percentual em ouro tem como função minimizar possíveis desvalorizações dos ativos.

Nossa visão para as ações brasileiras é construtiva a médio prazo, nos preços atuais. Por isso mantemos o percentual de exposição na classe de renda variável.

A inflação alta no mundo todo, os gargalos nas cadeias de suprimentos global e a crise energética na Europa e Ásia elevaram nossa percepção de risco para a região. Ainda assim, um percentual limitado em investimentos no exterior contribui para o equilíbrio da Estratégia.

Para acessar a Estratégia completa, com os produtos selecionados do mês e o comentário sobre o desempenho de outubro, faça download do documento.

Posts Similares